Chega ao Brasil o primeiro Airbus A350 da Azul

O primeiro Airbus A350 da Azul já chegou ao Brasil. Com capacidade para até 334 clientes e consumo de cerca de 20% menos combustível por assento, a aeronave faz parte do plano de modernização de frota da companhia





Sob o nome 50 também é Azul, a primeira aeronave modelo Airbus A350 da Azul já está em solo brasileiro. O avião partiu de Tarbes, na França, onde passou pelas últimas tarefas de manutenção programada antes de ser entregue à Azul e pousar no aeroporto de Confins, em Minas Gerais. Com capacidade para 334 clientes, a estrutura do A350 possui mais de 70% da sua composição de itens de última geração, como compósitos, titânio e ligas de alumínio modernas para criar uma aeronave mais leve e econômica, o que aumenta a sua eficiência técnico-operacional.





LEIA TAMBÉM: Margarida é o tema do novo avião da Azul





De acordo com o presidente da Azul, John Rodgerson, o A350 faz parte do plano de renovação da frota da companhia e irá substituir as aeronaves A330CEO. “Estamos muito felizes em apresentar esta novidade aos nossos Clientes, Tripulantes e parceiros. O Airbus A350 é uma das aeronaves mais modernas existentes, o que vai trazer muito mais conforto para nossos clientes e mais eficiência em termos de consumo de combustível e emissão de CO2, trazendo redução no custo por assento quando comparado às aeronaves A330CEO, que hoje fazem os voos de longo curso da Azul”, destacou o presidente.

Um dos principais diferenciais do A350 é o seu conforto. Os Clientes a bordo apreciarão uma cabine mais silenciosa, mais ampla, além de janelas panorâmicas mais largas e maior espaço nos compartimentos de bagagem. A aeronave é equipada com dois motores turbofan Trent XWB, que garantem 20% menos consumo de combustível por assento, resultando em emissões de CO2 por assento muito inferiores em comparação com o A330CEO, reforçando o compromisso da Azul com a sustentabilidade e em alcançar a neutralidade de carbono até 2045.

Nas próximas semanas, a aeronave também deve concluir o processo de certificação junto aos órgãos reguladores brasileiros. Até o final do ano, serão duas aeronaves de nova geração Airbus A350 voando na malha da Azul, em substituição de duas aeronaves de antiga geração A330CEO.