Azul faz transporte de vacinas pelo Brasil

Voos da companhia levarão 2,7 milhões de doses do imunizante Coronavac/Butantan para 13 capitais brasileiras

foto Divulgação/Azul





A Azul começou a transportar em seus voos regulares e de cargas pelo Brasil as doses da vacina contra a covid-19, no dia 18 de janeiro. As primeiras cidades que a receber o imunizante por meio dos voos da empresa foram Cuiabá, Vitória, João Pessoa, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Recife, Belo Horizonte, Salvador, São Luís, Aracajú, Natal e Maceió com decolagens que partem do aeroporto de Guarulhos, na grande São Paulo. Ao todo, a companhia irá transportar 2,7 milhões de doses a essas cidades. A empresa havia anunciado em dezembro que estava à disposição das autoridades brasileiras para realizar o transporte das vacinas pelo país utilizando sua malha de voos existente e fretamentos, movimento que foi aderido também por outras empresas do setor.





LEIA TAMBÉM: Azul oferece serviço médico para COVID-19 para Clientes que viajarem ao exterior





“A Azul tem servido ao Brasil nos últimos 12 anos, trazendo serviços aéreos essenciais para mais de 100 cidades. Estamos muito animados em poder ajudar e apoiar o Governo Federal, em parceria com a VTCLOG, nessa crítica missão de distribuir vacinas em todo o território nacional. Junto com nossa empresa de logística, a Azul Cargo Express, temos a capacidade única de transportar vacinas com segurança e eficiência para cidades e comunidades em todo o país”, diz John Rodgerson, presidente da Azul. “É hora de estarmos juntos e ajudarmos o Brasil. Vamos continuar atendendo todos os pedidos possíveis, tanto para o transporte de vacinas, como para o transporte de insumos para o abastecimento das redes hospitalares, como fizemos com alguns voos nos últimos dias para Manaus”, completa Rodgerson.

A companhia disponibilizará, em breve, os detalhes dos voos que levarão hoje as vacinas da Covid-19.