mulheres viajando sozinhas

Mulheres viajando sozinhas: benefícios e cuidados

É cada vez maior o número de mulheres viajando sozinhas em todo o mundo. Seja a trabalho, seja a lazer, o acesso à informação, à internet e às redes sociais encorajam cada vez mais o público feminino a colocar o pé na estrada de maneira totalmente independente.

Você faz parte do time de mulheres que pretendem viajar, mas ainda está insegura e quer saber como tornar a experiência mais tranquila? Continue a leitura para conhecer os benefícios e os cuidados!

Dados de mulheres viajando sozinhas

De acordo com a Condor Ferries, operadora de serviços náuticos da Europa, o fluxo de mulheres turistas é um fenômeno no mundo todo. As principais estatísticas incluem:

  • 32 milhões de mulheres solteiras americanas viajaram pelo menos uma vez em 2019;
  • o volume de pesquisa nos mecanismos de busca online sobre mulheres que viajam sozinhas aumentou 62% nos últimos três anos;
  • 59% das mulheres que viajaram sozinhas em 2019 o fariam de novo em 2020;
  • 86% das mulheres afirmam não ter medo de viajar;
  • 65% das mulheres norte-americanas comprometidas já viajaram de férias sem o parceiro.

Os benefícios de viajar sozinha

Além de independência e liberdade, viajar sozinha traz diversos outros benefícios para a mulher. Conheça os principais!

Fazer somente aquilo de que gosta

Viajar acompanhada significa envolver outras pessoas em seus planos. Ir a museus, visitar restaurantes ou simplesmente andar o dia inteiro pode ser um desafio quando cada viajante tem algo diferente em mente.

Ir sozinha permite viver todos os dias da maneira que quiser. Gosta de passar seis horas em um único museu, fazer longas caminhadas no frio ou no calor? Vá em frente. Você é a sua companhia!

Fazer amigos

Quando você viaja com outras pessoas, normalmente, fica junto delas. Em outras palavras, é menos provável que você se afaste do seu grupo e conheça pessoas novas.

Ao viajar sozinha é mais comum conversar com os locais, fazer novos amigos e, em geral, ser mais sociável. Contudo, se você quiser apenas ter um tempo consigo mesma e não estreitar laços, tudo bem.

Conhecer a si mesma

Viagens individuais oferecem a oportunidade de passar um tempo consigo mesma. Estar sozinha em um ambiente totalmente novo, relaxando e diminuindo a velocidade do dia a dia, é ótimo para olhar para dentro e desenvolver o autoconhecimento.

Sair da zona de conforto

Viajar sozinha é sair da zona de conforto. Você deve resolver problemas, conversar com pessoas, tomar café da manhã, jantar e almoçar sozinha. Para muitas pessoas, isso pode ser um desafio. Mesmo assim, é provável que você descubra que essa é uma transformação necessária.

Os cuidados necessários para viajar sozinha

Pensando em viajar sozinha? Veja dicas importantes para organizar uma viagem tranquila e segura.

Pesquise sobre o destino

Muitas pessoas têm aquela viagem dos sonhos na cabeça, sendo comum adiar esses planos por falta de companhia.

Faça uma pesquisa sobre o destino desejado, como é sua cultura, a relação dos moradores com as mulheres e a segurança local. Há países muito tranquilos para mulheres — inclusive, vamos falar deles nos próximos tópicos.

Planeje a sua chegada

Procure planejar a sua chegada para o período da manhã ou até o meio da tarde, quando o dia ainda está claro.

É importante ter tempo para encontrar seu hotel ou albergue durante o dia e mudar de acomodação, caso você não se sinta segura no local escolhido.

Fique atenta aos detalhes

Ter atenção aos detalhes ajuda a concluir a viagem com menos estresse. Por exemplo, se você se sente segura em um local mais agitado, procure por hospedagens em regiões mais movimentadas e próximas ao centro da cidade.

Pense também no traslado — se prefere contar com os serviços do hotel escolhido, usar aplicativos de viagem e transporte, táxi ou transporte público.

Seja básica

Quanto menos bagagem você tiver, mais fácil será para se locomover no seu destino — ainda que você vá a uma cidade próxima, pode garantir que a sua mochila esteja sempre com você no caminho do aeroporto para o hotel e na volta para casa.

Nesse sentido, você pode utilizar as toalhas do hotel e escolher roupas em tons neutros, como preto, marrom, bege e azul-marinho.

Seja discreta

Um dos benefícios de viajar sozinha é fazer amizades e conhecer pessoas. No entanto, é importante ser discreta quanto ao local de hospedagem.

Sua acomodação é o seu refúgio. Por isso, evite compartilhar o endereço completo com as pessoas que você conhecer. Quando perguntarem, prefira dar respostas vagas, como o nome do bairro ou um ponto de referência.

Proteja seus documentos, cartões e dinheiro

Mantenha seu passaporte e outros documentos importantes em segurança. Informe-se com antecedência sobre quais comprovantes de identidade são aceitos no destino escolhido, verificando se é possível andar apenas com a cópia do passaporte.

Em viagens nacionais, evite andar com todos os documentos. Assim, caso aconteça alguma coisa, você não vai ter problemas para voltar para casa. Deixe os documentos originais no local em que está hospedada, tenha um cartão de reserva e nunca ande com muito dinheiro em espécie.

Conheça outras mulheres que viajam sozinhas

Você pode construir amizades com mulheres do mundo todo, especialmente se ficar hospedada em um hostel. Existem albergues com quartos só para mulheres, algo que se mostra uma ótima oportunidade para conhecer pessoas viajando nas mesmas condições.

Redes sociais também são bons pontos de encontro. Procure grupos destinados a mulheres que viajam sozinhas, faça amizades e troque experiências.

Apoie o comércio local

Apoiar a economia local é uma maneira eficiente de receber boas dicas sobre o destino e construir novas amizades.

Destinos mais seguros para mulheres que viajam sozinhas

O casal de estrangeiros Asher e Lyric, conhecido pelas suas entrevistas com dicas de roteiros e viagens, publicou, em seu site, uma lista com os países mais seguros para mulheres que viajam sozinhas.

O estudo foi feito com base em dados divulgados por organizações do mundo todo nos anos de 2017 e 2018, que incluem:

  • discriminação e desigualdade de gênero;
  • índices de feminicídio;
  • índices de violência contra as mulheres;
  • pesquisas sobre a porcentagem de mulheres que se sentem tranquilas andando sozinhas à noite.

Dito isso, os 10 destinos mais seguros para mulheres são:

  • Áustria;
  • Canadá;
  • Croácia;
  • Espanha;
  • Irlanda;
  • Noruega;
  • Polônia;
  • Portugal;
  • Singapura;
  • Suíça.

Destacamos que, para medir a segurança no exterior, não basta olhar apenas para dados utilizados na pesquisa. É preciso se informar sobre a cultura do local, como esses países enxergam as mulheres e se o sistema jurídico e a polícia estão preparados para acudi-la, caso seja necessário.

Percebeu como é cada vez mais comum e seguro mulheres viajando sozinhas? Com planejamento e pesquisa, é possível realizar a viagem dos sonhos sem depender da companhia de outra pessoa. O mundo é a sua casa. Aproveite!

A primeira viagem está chegando? Aprenda a fazer o check-in online.