Refúgio com charme no Sul da Bahia

Localizado em Corumbau, o hotel Vila Bela Vista oferece uma experiência exclusiva de hospedagem, com culinária deliciosa e sossego à toda prova

fotos Marcelo Katsuki





Há 30 anos, o empresário mineiro Ricardo Bronfen encantou-se por Corumbau, no Sul da Bahia. Gostou tanto daquelas paragens, até então quase intocadas, que resolveu comprar um terreno e, um dia, construir um refúgio de férias para sua família. Quase cinco anos atrás, Ricardo realizou, enfim, seu projeto de ter uma casa de praia naquela região.













Deu tão certo que logo Ricardo e sua mulher, Farlene, notaram que boa parte dos amigos e dos familiares queria alugar a propriedade. O casal, então, resolveu abrir ao público sua casa na praia, batizada como Vila Bela Vista. “Dizemos que é uma vila particular aberta para hospedagem”, diz o mineiro, sentado na frondosa varanda da casa principal, de frente para a piscina e para a incrível paisagem baiana. Corumbau fica a duas horas de carro do aeroporto de Teixeira de Freitas, que em novembro voltou a receber voos diretos da Azul a partir do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte.

A propriedade de 35 mil m2 está localizada em uma região mais reservada e preservada de Corumbau, em meio a um exuberante coqueiral. Atualmente, em tempos de distanciamento social, o Vila Bela Vista possui apenas quatro chalés para casal, com área de 75 m2 – a ocupação máxima do hotel é de oito pessoas. Todos os chalés possuem deque de madeira de frente para o mar e banheiro amplo, com jardim externo privativo, onde dá para tomar uma ducha fria ao ar livre.





LEIA TAMBÉM: Uma lista com menores quartos de hotel no mundo





Na casa principal estão localizadas as dependências comuns, como a espaçosa sala de estar, com sofás, TV e caixinhas de som, a cozinha e a sala de jantar, com uma grande mesa para as refeições. O espaço foi projetado pelo arquiteto mineiro Carlos Alexandre Dumond, que também assinou os chalés e a ala social externa e as áreas da piscina e da praia.

A comida fica a cargo de Simone, uma cozinheira local tão simpática quanto talentosa. Ela prepara receitas regionais à base de peixes e frutos do mar frescos, fornecidos diretamente pelos pescadores da região. A diária inclui pensão completa, com um farto café da manhã, almoço, jantar e petiscos para saborear na beira da piscina, como mini acarajés, camarões empanados ou dadinhos de tapioca.













A ampla varanda se estende por um grande deque em direção à praia, onde ficam a piscina de borda infinita e um quiosque para massagem com vista do mar. A praia, aliás, é outro trunfo do Vila Bela Vista. Como se trata de um hotel pé na areia, basta o hóspede descer um pequeno trecho nos jardins da propriedade para chegar à faixa de areia branquinha à beira do mar, com falésias e pedras ao longo da costa. Como a praia é quase isolada, a sensação de privacidade ali é muito grande.

A dica é tomar um banho de mar e depois relaxar debaixo das palhoças ou no solário do hotel, alguns metros acima da praia. Bateu aquela fominha ou vontade de tomar algo? É só acionar o walkie-talkie disponibilizado pelo hotel em cada chalé e fazer seu pedido sem precisar sair do sossego da praia.

O único problema da Vila Bela Vista é que, com tanto mimo, não dá vontade de voltar tão cedo para casa.

Vila Bela Vista – reservas pelo WhatsApp: 31 98709 1648