Hotel Casa Di Vina foi residência de Vinicius de Moraes

Antiga residência de Vinicius de Moraes em Salvador, Casa Di Vina Boutique Hotel é pretexto para passar não só a tarde, mas alguns dias em Itapuã 

por Manu Sombra | fotos Ariel Martini e Manuel Sá





Objetos originais da antiga casa do poeta

“O ninho está pronto. Fica no Jardim Encantamento, Farol de Itapoan”, diz o convite desenhado pelo pintor modernista Carlos Bastos, em 1974, emoldurado na parede da antiga sala de estar. A assinatura dos anfitriões revela um capítulo pouco lembrado da música brasileira, em que um expoente da Bossa Nova encontrou na Bahia novo amor e inspiração. “Apareça”, finalizam Gessy e Vinicius.

O destino, a 10 minutos do aeroporto de Salvador, transporta hóspedes a uma atmosfera distante do burburinho do Centro Histórico. A residência onde viveram, nos anos 1970, a atriz Gessy Gesse e o poeta Vinicius de Moraes hoje abriga a Casa Di Vina Boutique Hotel, nome que faz referência a como era conhecida a casa do “poetinha” na Bahia. 

O hotel recriou a antiga morada do autor de Tarde em Itapuã, preservando o clima de veraneio que Vinicius emanava nessa época. O restaurante, inspirado nas culinárias mediterrânea e baiana, ocupa o lugar da antiga varanda. A sala foi transformada em memorial, com acervo cedido por Gessy. Ambos são abertos a visitação. 

No memorial, vestígios da mitologia pessoal do carioca. A máquina de escrever que foi usada por Vina para datilografar sonetos, letras da parceria com Toquinho e cartas endereçadas aos amigos, e também parceiros, Tom Jobim e Chico Buarque divide a decoração com obras de arte, imagens de orixás e fotografias, como a do casamento com Gessy, apadrinhado por Zélia Gattai e Jorge Amado. 





LEIA TAMBÉM: Pretoca Pousada é puro charme baiano





A principal acomodação é a Suíte Vinicius de Moraes. Com 52 m², o antigo quarto do casal foi redecorado com objetos originais, como azulejos e esculturas do ceramista e pintor alemão Udo Knoff, a cama recuperada em um antiquário e uma minibiblioteca com obras escritas ali. A banheira, convertida em escritório pelo também diplomata, de onde ele rabiscava versos e dava entrevistas por telefone, segue na mesma posição de antes, contígua à janela e com vista do mar.













Sonho antigo da empresária paulista Renata Proserpio e de sua filha, a atriz baiana Luisa Proserpio, a Casa Di Vina Boutique Hotel tornou-se realidade em novembro de 2021, quando passou a ocupar as instalações do antigo Mar Brasil Hotel. À decoração nostálgica e aconchegante as proprietárias acrescentaram mobiliários de expoentes do design brasileiro, como Sergio Rodrigues, e obras dos artistas Carybé e Calasans Neto. Na parte externa, o jardim tropical e a piscina com borda infinita oferecem vista privilegiada da orla de Itapuã.  

Amiga da família, Gessy Gesse costuma retornar à antiga casa, de onde guarda boas lembranças. Neta de Tupinambás, filha de Iansã no candomblé e sétima companheira de Vinicius, a “Morena Flor”, que virou nome de canção, tenta decifrar o fascínio do compositor por Itapuã: “De tudo o que ele tinha vivido, nada era igual a andar descalço na areia, com a natureza em volta, a liberdade.” O poeta há de concordar com um “saravá”. 





Casa di Vina Boutique Hotel: 71 3285 7339 / casadivinabahia.com.br