Império do sushi de Jun Sakamoto

O chef Jun Sakamoto abre sua terceira casa, desta vez em João Pessoa, e dá mais um passo para montar uma rede de culinária japonesa no País 

fotos Divulgação





O chef Jun Sakamoto e uma das panelas de arroz trazidas do Japão

Há mais de 20 anos, os aficionados à culinária japonesa disputam um dos oito lugares no balcão do restaurante Jun Sakamoto, no bairro Pinheiros, em São Paulo. Não se trata apenas de um jantar. é praticamente uma cerimônia gastronômica numa casa com uma estrela do Guia Michelin. É também a oportunidade de ver de pertinho o chef Jun preparar o omakasê (menu degustação) de 16 etapas – quase todas de sushi. Sim, a iguaria é a grande protagonista da casa e os peixes, sempre frescos, mudam conforme a oferta do dia. Entre as opções, podem surgir sushis de toro, vieiras maçaricadas ou peixe-serra. O arroz vem de uma fazenda na Califórnia, cozido em uma panela de ferro trazida do Japão e temperado com vinagres japoneses.

Jun Sakamoto prepara cada sushi na frente do cliente, montando as porções individuais em louças de ceramistas  renomados, como Shugo Izumi. Os sushis, já besuntados com a medida correta de shoyu, são servidos aos clientes na mesma sequência. A experiência – que termina com um surpreendente sorvete de maçã verde com cubos de gelatina de saquê – é tão inesquecível quanto valiosa: o famoso omakasê da Rua Lisboa custa R$ 395 por pessoa, com bebidas e serviço à parte.

Não cabe no seu bolso? Uma boa notícia: há dois anos, Jun Sakamoto abriu o J1 Restaurante, no Shopping Villa-Lobos, em São Paulo, com preços muito mais acessíveis e uma grande variedade de itens da culinária japonesa. Além dos aclamados sushis, há combinado, baterás (sushis prensados) de Unagui (enguia) ou Spicy Tuna, e uma steakhouse de onde saem cortes como Porter House, assado de tira e Prime-Rib. Atenção para as entradas, como o ninho de tempurá de ovo de cordona e a irresistível panela de pedra de cogumelos shimeji, shiitake e heringue refogados na manteiga com alho, servida no fogo. “A unidade do Villa-Lobos mira a expansão de qualidade”, diz Jun, que já havia tido um restaurante no Shopping Iguatemi, o Junji, anos antes e resolveu investir nesse modelo. “Fiz um estudo do mercado de culinária japonesa e verifiquei que há poucas redes. Quase todas sobrevivem à base de rodizíos de baixa qualidade.” Segundo o chef, há um grande mercado para quem consegue oferecer gastronomia de qualidade com bom custo. “O processo rigoroso de produção garante o padrão dos pratos. Estudei muito gestão e logística e hoje sei que dá para montar várias casas com comida japonesa bem feita”, afirma. 













Em fevereiro, o chef inaugurou o Jun Sakamoto em João Pessoa. Com projeto moderno e despojado, o restaurante fica no Shopping Manaíra e tem o menu bastante parecido com o do J1 de São Paulo. “Cerca de 55% do faturamento vêm do sushi, e 45% divididos entre cozinha quente e bebidas”, calcula Jun. “Acreditamos muito no potencial gastronômico de João Pessoa, que está se tornando uma joia do Nordeste.” O chef está em negociações para abrir sua terceira unidade, em Goiânia, e tem planos para casas no Rio e em Curitiba. “Estamos construindo uma rede baseada em qualidade de gestão, mirando um nicho para fidelizar o cliente. Não é um sonho; é um investimento”, diz o mestre dos sushis. Preparem seus hashis.

Jun Sakamoto Rua Lisboa 11 3088 6019 / junsakamoto.com.br | J1 Villa Lobos 11 3588 8778 / @j1restaurante | Jun Sakamoto João Pessoa 83 3142 0963 / @junsakamotobrasil





LEIA TAMBÉM: 4 dicas de comida japonesa para viagem