Baskets faz delivery de gastronomia artesanal

A nova plataforma Baskets faz delivery de itens de gastronomia artesanal em São Paulo, entregando caixas charmosas com itens de 40 pequenos produtores brasileiros, que vão de queijos e bebidas a pães, cafés e charcutaria

fotos CleitonTiburcio e Junior Ferraro





Uma caixa cheia e itens gastronômicos artesanais, vindos de pequenos produtores, com grande qualidade e boa variedade – sem precisar sair de casa. Esse foi o ponto de partida para três amigos, Kim Machlup, João Dabbur e Liora Machlup, criarem a Baskets, plataforma que oferece cerca de 400 itens de mais de 40 produtores brasileiros, enviados em domicílio em charmosas caixas, as chamadas “baskets”.

“Há alguns anos eu tenho consumido dos pequenos produtores. Percebia que, ao pedir de uma marca aqui e outra acolá, a conexão com os mesmos era difícil. A ideia do site veio daí: os produtores juntos num único lugar, para o cliente comprar online e com uma entrega única. Assim conseguimos o principal, que é incentivar os produtores a vender para mais gente”, conta Kim.

No site da Baskets (clique aqui), o cliente pode escolher uma das baskets já montadas ou escolher ele mesmo o conteúdo de sua caixa. Entre os produtos há pães de fermentação natural, queijos de vários tipos, azeites, embutidos, charcutaria, kombuchas, cervejas artesanais, molhos, vinhos, iogurtes, geleias, chocolates, drinques prontos e cafés, entre outros.

A basket Quero Ver Resistir (R$ 298, foto no abre deste post), por exemplo, traz 10 itens, entre eles um vidro com brownie bites da É Brownie, uma cerveja Capim Limão da Zalaz, um queijo Granito do Pé do Morro, um salame da Salumeria Mayer e um inesquecível danish com frutas cristalizadas e fondant da Teperman. Há também sugestões de caixas para as festas de fim de ano, uma pequena basket de amigo secreto, produtos para uma super happy hour e até para uma noite de pizza. As embalagens são sustentáveis, com material reciclável. Os pedidos são entregues todas as sextas-feiras, por enquanto apenas para o Centro expandido de São Paulo.





LEIA TAMBÉM: Confira 11 cafés da manhã pelo mundo