5 sugestões para você comer poke

Já entrou na onda do poke? A clássica iguaria havaiana, que junta peixe em cubos, arroz, legumes e até frutas, faz cada vez mais sucesso no Brasil, onde ganhou novas combinações. Seguem 5 sugestões para você comer poke

por Bruno Segadilha  | fotos Divulgação





Poke. Do dialeto havaiano, cortar. Esse é o verbo do poke, à base de peixe em cubos, colocado em uma tigela sobre arroz e com várias combinações de acompanhamento – desde abacate e manga, até pepino e algas marinhas, passando por cebola roxa, tomate-cereja, castanha-de-caju, cenoura ralada e chips de mandioquinha. O colorido prato nasceu na pequena ilha do Pacífico para aplacar a fome dos surfistas depois de horas no mar. Depois de alguns anos “anônimo” e restrito apenas aos locais, a iguaria atravessou o Oceano e vem conquistando o paladar do mundo inteiro. No Brasil, essa combinação vem ganhando versões tão inventivas quanto saborosas em todo o País. Selecionamos abaixo 5 sugestões para você comer poke!





Hi Pokee

No Hi Pokee, em São Paulo, o chef Ravi Leite criou opções como o Primeiro, com arroz branco, salmão, avocado, molho cítrico, manga, pepino, coco crocante, gari e nori. Outro sucesso da casa, o Mar e Terra leva arroz, barriga de porco, molho cítrico, avocado, kimchi, ovo, pepino, maionese e pururuca. “A gente não queria simplesmente repetir a receita havaiana. A ideia era criar pratos gostosos, fazer uma boa comida, então, adaptamos algumas coisas. No poke havaiano, por exemplo, eles marinam o peixe no molho. Já no nosso, colocamos o molho apenas antes de servir, para não alterar tanto a textura do peixe”, explica Ravi.





Nanu Poke & Salad

O restaurante de Curitiba oferece uma boa variedade de pokes com clássicos, como o de salmão e o de atum, além de uma opção vegana, com arroz integral, mix de cogumelos, tofu, ervilha, tomate cereja, manga, cebola roxa e mix de nuts. “Os clientes pediam muito uma versão sem proteína animal e acho que, hoje, todo mundo precisa oferecer opções assim”, diz Renata Gasparini, proprietária da casa.





Let’s Poke

A rede de culinária havaiana em São Paulo abriu sua quinta unidade, o Let’s Poke Praia, em Santana, com ambiente arborizado e quadras de areia, representando o conceito de viver bem, de compartilhar experiências e aproveitar a vida. A nova unidade também tem cardápio diferenciado, com opções de café da manhã ou ainda porções, drinks e sanduíches para os momentos pós-treino. Já entre os poke da rede, destacam-se o Aloha (foto), com arroz japonês temperado (shari), salmão, molho Let’s Poke, cenoura, sunomono, manga, castanha de caju caramelizada com gergelim, crisp de couve e tempurá; e o Três Peixes, com arroz japonês temperado, mix de peixes marinado (salmão, atum e peixe branco), molho Let’s Poke, salada de wakame, picles de mostarda, cenoura, kani, cream cheese limão e chips de batata doce. Além das cinco unidades, a marca também tem app próprio para delivery, mas também aceita pedidos pelos aplicativos tradicionais de entrega.





LEIA TAMBÉM: Império do sushi de Jun Sakamoto





Oka! Poke

Marcos Lacerda, dono do Oka! Poke, no Rio de Janeiro, também aposta na inventividade, a exemplo do seu Camarão Executivo, feito com arroz, camarão grelhado, alho poró, guacamole, manga e chips de batata doce. “A gente toma algumas liberdades com a receita tradicional, brinca com alguns sabores para deixar os pratos mais refrescantes, bem a cara do Rio”, diz o proprietário da casa que, por enquanto, está atendendo apenas com entregas.





Poke By Oguru

Sob o comando dos irmãos Gabriel e Nicholas Fullen, acaba de ser lançada a Poke by Oguru, dark kitchen especializada em diferentes tipos de poke, unicamente para delivery em São Paulo, via Rappi. Há diversas opções para o cliente montar sua própria receita, bem como as combinações sugeridas pelo restaurante – como o Salmão (foto), com arroz shari com gergelim moído, salmão em cubos, salmão batido com cebolinha, sunomono, manga, edamame, tiras de alga, crocante da massa de rolinho primavera, gengibre e molho shoyu com óleo de gergelim e limão. Também vale provar pedidas como Atum Light, Oguru e Vegetariano.





LEIA TAMBÉM: 23 pães de diversos países do mundo