Viagem internacional: guia para preparar, escolher o roteiro e aproveitar

Mesmo para os viajantes mais experientes, o planejamento de uma viagem internacional exige alguns cuidados para não comprometer a realização desse sonho. Por isso, se você está prestes a fazer as malas, te ajudamos a tornar a sua experiência ainda mais maravilhosa, mesmo que seja uma viagem internacional de bate e volta.

Neste material, vamos apresentar valiosas informações sobre alguns pontos de atenção para uma viagem de sucesso. Para tanto, o primeiro passo é conhecer e escolher os roteiros mais interessantes. Veja, então, como economizar, otimizar o tempo e aproveitar o destino na sua totalidade, principalmente se for a sua primeira viagem internacional!





Como se preparar para uma viagem internacional?

Em primeiro lugar, é necessário frisar que viajar para o exterior exige um minucioso planejamento e muita organização. Igualmente relevante é obter as informações necessárias para se adequar às normas impostas para o embarque e entrada em alguns países. Afinal, convém ficar atento às restrições de viagem internacional na pandemia, concorda?

Tendo isso em vista, destacamos algumas sugestões de pontos que não podem passar despercebidos ao se preparar para esse tipo de viagem. Confira!





Passaporte e visto

Na empolgação de aproveitar as tarifas promocionais inacreditáveis de passagens aéreas que a Azul Viagens oferece, alguns viajantes até se esquecem de que o passaporte é um item essencial para viajar para o exterior.

Exceto para os países da América do Sul — que permitem o embarque de brasileiros apenas com a cédula de identidade — o passaporte é um dos documentos obrigatório para outros destinos internacionais. Assim como o visto, esse é um documento padrão e aceito, praticamente, em todo o mundo. 

Logo, a orientação é não deixar para tirar o passaporte muito próximo da data de sua viagem. Caso aconteça algum imprevisto, como erro no documento ou greve nos órgãos responsáveis, você pode ter muita dor de cabeça e até mesmo não conseguir viajar.

Outro ponto importante é conferir a validade do documento e as regras do país de destino, pois alguns exigem passaporte com validade mínima de 6 meses. Ficar atento a esses detalhes evita problemas, como o risco de ser deportado.

Também é necessário conferir se o país que pretende visitar exige visto para brasileiros. Isso porque há regras especiais, já que até para conexão nos Estados Unidos, por exemplo, há obrigatoriedade de visto. Ou seja, sem visto americano, o passageiro não poderá seguir viagem para o seu destino final.

Principais vacinas

Se antes da pandemia de Covid-19 muitos países já exigiam comprovante internacional de vacinação, agora, a exigência se tornou ainda mais abrangente. O passageiro precisa apresentar o cartão de vacinação e comprovar a imunização contra diferentes doenças. Por isso, o ideal é verificar as vacinas obrigatórias para o seu destino.

Assentos e serviços de bordo

Vale lembrar que os pacotes promocionais também podem incluir significativos benefícios, o que torna a sua viagem internacional ainda mais especial. Por isso, assim que obtiver a confirmação de compra, verifique alguns detalhes ou bônus de sua reserva. Confira se o seu pacote permite escolher o assento e usar o programa de milhas, por exemplo.





Quais são os documentos necessários para o embarque?

Na hora de anotar o que levar na mala, o ideal é separar todos os documentos obrigatórios, logo no início do planejamento. Também é importante organizá-los em uma pastinha, de modo que fiquem acessíveis quando precisar apresentá-los.

Para facilitar, listamos os documentos necessários para a sua viagem internacional. Confira quais são eles:





Cédula de identidade e CPF

A cédula de identidade (ou RG) é um dos documentos mais importantes para embarque internacional, sobretudo para os países da América Latina, que não exigem passaporte de brasileiros.

No entanto, o RG deve estar válido e em bom estado de conservação a fim de otimizar o embarque. Vale lembrar que o prazo de validade deste documento para viagens internacionais é de 10 anos a partir da data de sua emissão.

Ainda que seja um documento importante para a viagem, o CPF não é válido para identificação do passageiro no embarque. Como esse documento não tem fotografia, isso impossibilita a identificação do titular.

Passaporte e Visto

Como já citado anteriormente, tanto o passaporte quanto o visto são documentos que merecem muita atenção. Por essa razão, o passageiro precisa estar atento à validade e ao estado de conservação. Igualmente relevante é verificar quais são os países que exigem passaporte e visto de brasileiros.

Certificado Internacional de Vacina

O Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP) é um dos documentos obrigatórios para a entrada na maioria dos países, principalmente neste período de pandemia. Contudo, além de estar imunizado contra o novo coronavírus, o viajante deve se informar sobre as outras vacinas exigidas pelo país que pretende visitar.

Permissão Internacional para Dirigir (PID)

Em alguns destinos, você pode utilizar a Carteira Nacional de Habilitação do Brasil. Porém, quando ela não é aceita, é necessário obter o PID. Por meio desta autorização, os brasileiros podem dirigir em mais de 100 países, desde que sejam incluídos no grupo que integra a Convenção de Viena sobre Trânsito Viário.





Qual é a documentação exigida para casos especiais?

No geral, os casos que exigem documentação adicional são as viagens internacionais com menores de idade, pets ou bagagens especiais. Veja as regras!

Viagem internacional de menor de idade

O embarque internacional de menor desacompanhado exige documentação especial. Nesse caso, é necessário atenção às normas para evitar que a viagem da criança ou adolescente não seja impedida.

Para os destinos fora do país, é necessário a apresentação do RG e da certidão de nascimento. Vale frisar que tais documentos não dispensam a obrigatoriedade do passaporte, caso o destino o exija. Na ausência de um dos pais, também é preciso ter em mãos uma autorização autenticada em cartório pelos genitores.

Documentação para viagem internacional com pets

Para quem pretende viajar acompanhado do pet, há uma documentação específica para as viagens internacionais. Além de uma carteira de identificação do pet, também é preciso apresentar o Certificado Zoossanitário Internacional, que é emitido no país de origem do animal.

Bagagens especiais

Materiais esportivos (como equipamentos de pesca e pranchas de surf) ou instrumentos musicais precisam ser despachados como bagagem especial. Nesse quesito também estão incluídos os televisores ou monitores LCD maiores de 32 polegadas. Sob o transporte desses materiais incide um custo extra que varia conforme o produto e a rota de viagem.





Como montar a sua mala para não ter problemas no embarque?

Caso você não tenha bagagem especial, os voos internacionais dão direito a dois tipos de bagagens: a de bordo e a mala a ser despachada. Para não pagar a mais pelo peso excedente, elas devem ter, no máximo, 10 Kg e 23 Kg, respectivamente. 

Recentemente, houve mudanças nas regras tarifárias sobre o transporte de bagagens aéreas. Mediante isso, o ideal é conferir se a tarifa escolhida para a sua viagem internacional contempla os dois tipos de bagagens gratuitamente.

Outro aspecto importante é que as medidas da mala de mão variam de acordo com a companhia e o tipo de bagageiro da aeronave. No entanto, ao adquirir o seu bilhete e obter o código localizador, é possível verificar o modelo da aeronave e as especificidades para as dimensões das bagagens.

Além disso, há alguns fatores que precisam ser considerados ao montar a sua mala. Veja quais são:

  • leve os documentos pessoais, cartões e dinheiro na bagagem de mão;
  • inclua produtos de higiene pessoal e uma roupa extra na mala de bordo;
  • mantenha remédios de uso contínuo, produtos para dietas especiais, insulina e agulhas hipodérmicas na bagagem de mão, caso faça uso de algum desses itens;
  • ao viajar com bebê, leve consigo fraldas, roupas extras e alimentos. Mas certifique-se de ter a quantidade suficiente para utilização durante as conexões e escalas;
  • não transporte e nem fique responsável por bagagens de desconhecidos ou com conteúdo duvidoso;
  • fixe uma etiqueta com dados pessoais ou identifique a sua mala com fitas coloridas para facilitar a visualização dela na esteira;
  • confira se a mala está devidamente lacrada. Se possível, coloque um cadeado ou lacre plástico.
  • opte pela plastificação de malas, uma medida que ajuda a proteger sua bagagem de danos durante a viagem.




O que você precisa saber sobre compras em viagens internacionais?

Neste tópico, selecionamos algumas sugestões que podem ser úteis na hora de fazer suas compras no exterior, principalmente se planeja fazer uma viagem internacional em 2022. Saiba quais são!

Dinheiro

Se você optar pelas compras em dinheiro, pagará menos Imposto sobre Movimentações Financeiras (IOF), já que a taxa para essa modalidade é mais baixa: 1,1%. Mas fique de olho nas tarifas de administração do câmbio, que podem ser altas. Outro ponto a avaliar é que o uso do dinheiro em espécie eleva os riscos de perda e de roubo.

Cartão de crédito 

Na última atualização, o IOF para os cartões de débito e de viagem passou de 0,38% para 6,38% . Com isso, a melhor opção passou a ser o cartão de crédito, cuja taxa ficou menor. Porém, isso varia conforme o país, o que requer cuidado para não comprometer o orçamento de sua viagem internacional.

Cartão de viagem pré-pago 

Paralelamente à taxa cobrada pelo cartão de débito, o cartão de viagem agora segue a mesma regra tarifária e o imposto gira em 6,38%. Contudo, ele ainda mantém um importante benefício em relação ao cartão de crédito: o titular pode levar para a viagem o valor que quiser em dólares. 

Em síntese, esses cartões não têm limite e são mais seguros que o dinheiro em espécie. O ponto negativo é que esse cartão não oferece nenhuma recompensa por gastos, como o acúmulo de milhas.

Cartão de débito

Se você quiser fazer suas compras apenas com o cartão de débito, basta habilitá-lo para uso no exterior. O IOF é semelhante aos demais cartões: em torno de 6,38%. A desvantagem é que há um limite para compras e saques diários.





Como montar um bom roteiro para a sua viagem internacional? 

Há muitas formas de definir um roteiro de viagem. Porém, isso depende do objetivo da viagem e de suas preferências. Mas, no geral, casais, famílias e grupo de amigos em viagem internacional optam por conhecer os pontos turísticos mais famosos da região. Por isso, você pode começar incluindo os passeios mais próximos e acessíveis.

Outro aspecto a ser considerado é o orçamento de sua viagem e o perfil de todos os viajantes. Por exemplo, se você viaja com crianças pequenas, elas podem não se interessar por uma visita a um museu. Se há idosos no grupo, talvez eles não curtam passeios em estação de esqui.

Assim, na hora de montar seu roteiro, analise as razões que levaram a essa escolha e quais são os pontos mais atrativos para todos. Se você quiser economizar, opte por dias e horários em que os lugares clássicos estejam menos lotados. Além de evitar longas filas, o passeio será mais agradável. 

Também convém estar atento às mudanças de clima, principalmente em regiões mais instáveis. Por tal razão, convém incluir no roteiro atividades para os dias de calor, de frio, de sol, chuva e neve, se for o caso. Isso ajuda ter alternativas, caso o tempo mude de repente.

Tendo isso em vista, destacamos os países e pontos turísticos de destaque na viagem internacional de brasileiros, de acordo com cada continente. Confira!

América do Norte 

A América do Norte é composta por México, Canadá e Estados Unidos, países com características peculiares, diversidade cultural e muitas atrações para todos os gostos.

México

Conhecido como o país da tequila e dos nachos, o México tem uma culinária muito famosa, saborosa e pontos de atração que agradam turistas de todo o planeta. Na capital, Cidade do México, você pode visitar a Plaza de La Constitución, composta pelo imponente Palácio Nacional, a Catedral Metropolitana de La Asunción de María e a Casa da Frida Kahlo. 

Canadá

O Canadá é um país com uma vasta diversidade cultural, belezas naturais e uma característica importante: é marcado pela excelente receptividade aos turistas, pois o povo canadense é solidário, simpático e prestativo.

Lá, você pode visitar belas cidades como Quebec, Montreal e Toronto. Para os mais aventureiros, há os parques aquáticos formados pela neve derretida no verão. No país, há belas estações de esqui, além de passeios de trem pelas cidades interligadas pela capital Ottawa.

Estados Unidos

Engana-se quem pensa que a “Terra do Tio Sam” se limita às compras em Miami ou aos passeios pelos Disney. Muitos brasileiros gostam de conhecer os cassinos de Las Vegas, surfar na Califórnia e visitar as atrações hollywoodianas da magnífica Los Angeles.

Da imponência de New York à exuberância dos Grand Cânion, os EUA têm atrações imperdíveis. Você pode aproveitar as tarifas promocionais deste período de férias e curtir, por exemplo, Férias Mágicas Disney com a Azul Viagens. Nesse pacote, é possível conseguir preços excelentes para conhecer os parques temáticos da Disney e outras atrações locais.

América central 

Poder viajar para a América Central possibilita conhecer um dos lugares mais bonitos do globo. Por lá, existem países com belezas naturais inigualáveis, como Nicarágua, Honduras e Porto Rico. As belíssimas praias do Caribe são uma atração à parte, que encantam a todos que passam por lá.

América do Sul 

Mais perto de nós, os destinos da América do Sul mais escolhidos pelos brasileiros são Bariloche e as ruínas de Machu Pichu, no Peru. Mas o charme de Santiago, no Chile, a arquitetura de Montevidéu, no Uruguai e o tango de Buenos Aires, a bela capital argentina, precisam ser incluídos nesse roteiro.

Países da Oceania 

Com belas praias, vulcões em erupção e montes elevados que desafiam os alpinistas de todo o planeta, a Oceania também tem suas particularidades e atrações turísticas. Na lista, figuram países como a Austrália e a Nova Zelândia, além de destinos populares como as belíssimas Ilhas Fiji e Salomão.

Ásia 

Se você está planejando suas próximas férias, que tal incluir em seu roteiro as capitais asiáticas? Além da famosa Pequim, capital da China, roteiros como Dubai, Emirados Árabes, Israel e Catar oferecem maravilhas que encantam e conquistam até os turistas mais exigentes.

Europa 

Diante de tantas opções de roteiro, o Velho Continente também mantém a sua imponência. O clima frio, a neve o ano inteiro em certas regiões, a qualidade de vida, a cultura e a arquitetura europeia são razões que se somam para viajar para esse continente. Ainda há a vantagem da proximidade geográfica entre os países, o que torna os roteiros europeus ainda mais atrativos.





Que tal um roteiro pelas 15 praias mais bonitas do mundo?

Copacabana, no Rio de Janeiro, e a Baía do Sancho, na ilha de Fernando de Noronha, estão entre as praias mais bonitas do mundo. No entanto, sem tirar o mérito dessas maravilhas brasileiras, listamos as 15 melhores opções para a sua viagem internacional. Escolha, agora, em qual delas você iria primeiro!

  1. Praia La Pelosa, Sardenha, Itália
  2. Saud Beach, Luzon, Filipinas
  3. Praia Elafonisi, Creta, Grécia
  4. Praia de Matira, Bora Bora, Polinésia Francesa
  5. Baía de Hanalei, Kauai, Havaí, EUA
  6. Parque Nacional Cape Le Grand, Austrália Ocidental
  7. Scala dei Turchi, Sicília, Itália
  8. Clearwater Beach, Flórida, EUA
  9. Praia Shark Creek, Ilhas Berry, Bahamas
  10. Whitehaven Beach, Ilha Whitsundays, Austrália
  11. Playa de Ses Illetes, Formentera, Ilhas Baleares, Espanha
  12. Praia La Pelosa, Sardenha, Itália
  13. Railay West, Krabi, Tailândia
  14. Praia de Brighton Beach, Melbourne, Austrália
  15. Praia da Marinha, Algarve, Portugal




Quais são as 16 dicas de como se sair bem em uma viagem internacional? 

Selecionamos algumas ações que podem ser extremamente úteis antes e durante uma viagem internacional de brasileiros. Para curtir o roteiro escolhido e aproveitar cada detalhe do destino, alguns pontos merecem atenção especial. 

Não há dúvida de que o custo da passagem aérea mais a estadia englobam a maior parte do orçamento. Contudo, é possível montar roteiros mais curtos, em períodos menos concorridos e em lugares que ainda não foram tão explorados pelos turistas. Ou seja, não há grandes segredos, e sim detalhes que não podem passar despercebidos. 

Logo, com organização e um bom planejamento financeiro, você pode fazer sua viagem internacional até mesmo em um final de semana. Mesmo em poucos dias, é possível desbravar novos roteiros, relaxar, conhecer pessoas e culturas diferentes, sem gastar muito e com segurança. 

Mas além dos custos de sua viagem internacional, outro ponto de atenção é negociar datas com a empresa ou a família. Avalie, criteriosamente, quais são as datas possíveis para a realização de seu roteiro. Em seguida, confira as melhores promoções e arrume as malas.

Para tornar a sua viagem internacional um sucesso, destacamos alguns aspectos importantes. Veja quais são:

  1. pesquise e aproveite as passagens aéreas e pacotes promocionais disponíveis para viagem internacional 2022;
  2. fique de olho nas promoções para destinos na Europa, América do Sul, Ásia, México, Canadá e Estados Unidos;
  3. fuja da alta temporada, principalmente se você tem flexibilidade para viajar em outros períodos;
  4. procure negociar antecipadamente suas férias e organize sua viagem em semanas de feriados prolongados;
  5. opte por países ou roteiros com menor custo de vida;
  6. fuja de países que estão em recuperação da crise pós-pandemia, pois o custo de vida e hospedagem podem estar inflacionados;
  7. escolha roteiros alternativos em países europeus como Croácia, República Tcheca e Espanha;
  8. procure passagens para aeroportos com mais opções de voos, o que pode permitir mais economia;
  9. aproveite o stopover, a conexão longa que permite permanecer uma ou mais noites no destino sem precisar adquirir uma nova passagem;
  10. analise a possibilidade de utilizar transportes alternativos, como trens, ônibus ou mesmo caminhadas pela cidade destino;
  11. utilize a bicicleta, uma opção saudável, segura e divertida, especialmente nas cidades europeias e americanas com ciclovias;
  12. abra mão de hotéis com marcas reconhecidas e economize na hospedagem. Você pode contratar os mesmos serviços por preços mais reduzidos em empresas menos disputadas;
  13. avalie, antes, o custo-benefício da estadia e considere localização, infraestrutura, comodidade, nível de serviço e preço;
  14. opte por alimentação alternativa, baixe aplicativos locais e conheça restaurantes com preços mais competitivos;
  15. aposte no cartão fidelidade de sua companhia aérea e facilite a aquisição de milhas para viajar com mais economia;
  16. atente-se às restrições da pandemia para não comprometer a saúde e a segurança durante a sua viagem internacional.




Por fim, vale destacar que é possível fazer aquela tão sonhada viagem internacional. Para tanto, é necessário saber aproveitar as oportunidades de viajar, com economia e tranquilidade, por meio dos pacotes promocionais disponíveis para diferentes destinos. 





Ficou com vontade de viajar? Aproveite, agora mesmo, os pacotes promocionais da Azul Viagens!