Punta del Este receberá voos diretos de Guarulhos

Punta del Este, o sofisticado balneário uruguaio, que a partir de julho receberá voos diretos da Azul saindo do Aeroporto de Guarulhos, é perfeito para quem quer agito ou apenas curtir passeios tranquilos

fotos Valdemir Cunha e Divulgação Enjoy Punta del Este





A partir de junho, a Azul começa uma nova rota para um destino clássico do Uruguai, Punta del Este, com voos diretos partindo do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo. Símbolo de luxo e badalação, a cidade tem ótimas opções de hotéis, restaurantes de alta gastronomia, comércio de grifes internacionais e muito agito noturno. Confira!





Para explorar





 Punta del Este é banhada pelo Rio da Prata e pelo Atlântico, com duas praias de águas e marés distintas. Enquanto os surfistas preferem as ondas do mar, na Playa Brava, os turistas menos aventureiros ficam na tranquilidade do rio, na Playa Mansa.





 O balneário é formado por vários pequenos povoados. Depois de completar a lista de obrigatórios da região mais central, é hora de cair na estrada para conhecer as praias mais afastadas, como as agitadas La Barra e Manantiales, com boa oferta de festas e restaurantes. No caminho, preste atenção na Ponte Leonel Viera, conhecida como “ponte ondulada”.





 Há muitas atrações para quem gosta de jogar, como o cassino do hotel Enjoy (foto), inspirado nas grandes casas de apostas de Las Vegas; o Nogaró, clássico aberto em 1938 e reformado em 2009; e o Cassino Punta Shopping. Na rambla do porto, a badalação rola solta nos bares e clubes noturnos, como o Moby Dick. 





 O Distrito de Arte Urbano é um ótimo passeio para quem gosta de bater perna e conhecer melhor o cotidiano dos lugares que visita. No Centro Histórico, ficam espalhados grandes murais pintados por artistas locais. A menos de 15 minutos de caminhada está a Calle 20, a rua de compras de Punta. Ela reúne grande parte das lojas de grifes internacionais, além de ter boas opções de bares e cafés para se tirar uma pausa, saborear um lanche e assistir ao vaivém dos locais e dos turistas. 





LEIA TAMBÉM: O que fazer em Montevidéu e Punta del Este





Para relaxar





 Aproveite o começo da manhã para ir à Parada 1, na Playa Brava, e fotografar a escultura La Mano, ou Los Dedos, como os locais costumam chamar. A obra foi criada em 1982, quando o artista chileno Mario Irarrázabal participou de um encontro de escultores e escolheu esse trecho da orla para instalar a obra, que se tornou mundialmente conhecida. 





 Mistura de armazém, restaurante e wine bar, o Narbona oferece um passeio completo para se conhecer o lado mais rural de Punta. Os queijos, azeites e geleias vendidos por lá são feitos na fazenda da propriedade. O restaurante, com vista das videiras, segue a mesma linha, com pratos elaborados a partir dos ingredientes da casa. 





 Construída pelo artista Carlos Páez Vilaró, em Punta Ballena, a Casapueblo (foto do post) já foi depósito, ateliê, casa de veraneio e hoje funciona como hotel e museu. A dica é ficar até o fim da tarde e acompanhar o pôr do sol ao som da emocionante gravação do poema Ceremonia del Sol, escrito pelo próprio Vilaró. 





 Visite as vinícolas próximas ao balneário, como a Bodegas Garzón, a 66 km de Punta, com experiências variadas, que vão desde uma visita à adega com degustação de rótulos até um piquenique na propriedade. Quer ir mais pertinho? Siga para a vinícola Alto de la Ballena, uma pequena e charmosa bodega a 30 km de Punta, que produz excelentes rótulos com uvas tannat, cabernet franc, merlot e viogner.