O que fazer na Praia Brava em Santa Catarina

A apenas 90 km de Florianópolis, a Praia Brava, em Itajaí (SC), é ponto de encontro de quem procura contato com a natureza, boa gastronomia e badalação

por Giovanna Forcioni | fotos Shutterstock, Ariel Martini e Reprodução/Instagram





Dia

– Como o próprio nome já entrega, a praia tem ondas grandes e correnteza forte. Tanto é que em algumas épocas do ano serve como palco de campeonatos de surfe, kitesurfe e body board. Na ponta esquerda, fica o Canto do Morcego, trecho de faixa de areia isolado, com muito verde e uma pequena caverna, acessível por trilha.

Pertinho da Brava, já na cidade de Balneário Camboriú, o Morro do Careca (foto) tem rampa de decolagem de asa-delta e parapente. Também é um ótimo lugar para se assistir ao pôr do sol e ter uma vista panorâmica das cidades da região.

– No Hike Brava, o conceito de bar de praia ganha outros contornos. O espaço também organiza eventos com música ao vivo, aulas de ioga e de futevôlei. Na areia, servem snacks e receitas saudáveis, como poke e tigelas com açaí.

– A orla sempre fica cheia de pessoas correndo, caminhando e praticando atividades físicas, mas é só o sol começar a baixar para que o point mude de endereço e todos se dirijam para o Éden Skatepark. Lá, crianças e adultos encontram pistas para manobras, lojas e opções gastronômicas.





LEIA TAMBÉM: Pico da Neblina: conheça o ponto mais alto do Brasil e saiba como chegar lá!





Noite

– A Brava também é conhecida como a meca dos fãs de música eletrônica. A praia ganhou a fama depois da inauguração de casas noturnas como o Warung e o Belvedere Beach Club, que sempre têm as pick-ups e as pistas de dança comandadas por DJs famosos na cena.

– Menor e mais novo do que os outros points noturnos mais renomados, o Habbitat conta com três pistas de dança e um rooftop de frente para o mar. Também oferece menu com receitas à base de peixes e massas.

– Se o agito não faz muito o seu tipo, uma opção é tomar um vinho no UvvA Wine Bar (foto). Com mais de 300 rótulos disponíveis e máquinas self-service, a casa aposta em um ambiente descontraído e ingredientes sazonais e regionais para receitas como as tapas de carne de sol e o camarão com linguiça Blumenau.

– É também durante a noite que a cena gastronômica da região começa a ganhar espaço, especialmente na Avenida José Medeiros Vieira. No Soho Restô Bar, a proposta é criar um ambiente que lembre restaurantes nova-iorquinos. No menu, opções como o polvo servido com legumes, cuscuz marroquino e aioli.





Quer conhecer Santa Catarina? Reserve já suas passagens no site da Azul ou programe uma experiência completa na Azul Viagens.